segunda-feira, 25 de julho de 2011

O velho poste foi trocado por um novo

Esse poste já estava nesse lugar a bastante tempo. De acordo com o Donizeti, eletricista, precisava ser trocado pois estava cedendo, comprometendo assim, a fiação que passava por ele. Além disso o lugar em que estava instalado não era o ideal. Entrei em contato com o Poste Padrão Pronto, uma empresa na cidade de Valinhos e comprei um poste com visor frontal, saída subterrânea, bifásico e cabo 25mm.



Mário perfurou o buraco para colocar o poste novo. O pessoal do Poste Padrão Pronto não achou suficiente, aprofundou o buraco e encontrou uma enorme pedra entre o poste antigo e o baldrame do muro. Como o poste tem que ser colocado em contato com a terra, o pessoal da empresa  agendou outro dia, pois antes essa pedra teria que ser removida para colocação do poste. Foi alugado uma britadeira, também chamada de martelete, para romper a enorme pedra que estava no fundo do buraco.

Donizeti  solicitou o "corta cedo liga a tarde"  para que o  trabalho da troca do poste, fosse feito com total segurança sem energia. O poste foi erguido com um guindaste. O funcionário da empresa teve a ajuda do Mário para que o poste fosse colocado exatamente no local onde a Lola orientou. 


No final da tarde a CPFL vistoriou o trabalho, religou a energia e o Donizeti conectou os fios no poste.
Antes da reforma os fios que saiam da casa e estavam ligados ao poste ficavam expostos as intempéries do tempo.



Donizeti recomendou embutir os fios usando uma bengala, esse cano preto de borracha com a ponta curvada, preso por essas três cintas de metal que acompanham a extensão do poste. Os fios passam por dentro de um conduite embutido no muro até o telhado da casa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário